Arquivo do blog

sábado, 2 de julho de 2022

Marc Chagall. Rio de Janeiro RJ.

Um exposição emocionante chega para marcar a programação do Centro Cultural do Banco do Brasil, a começar pelo museu do Rio de Janeiro - Marc Chagall: Sonho de Amor. Serão 186 obras do artista referência do século XX, que se destacou pelo uso de cores e da criação de um universo lírico, poético e fantástico em suas pinturas e escritos, e por sua trajetória única, pautada pelo amor que devotava à vida e às artes.






Nascido em Liozna, Bielorrússia em 7 de julho de 1887, no seio de uma família judaica, na sua juventude entrou para o ateliê de um retratista famoso da sua cidade natal. Lá aprendeu não só técnicas de pintura, como a gostar e exprimir-se nessa arte. Ingressou, posteriormente, na Academia de Arte de São Petersburgo, de onde rumou para a próspera cidade-luz Paris.






Ali entrou em contacto comas vanguardas modernistas que enchiam de cor, alegria e vivacidade a capital francesa. Conheceu também artistas como Amedeo Modigliani e La Fresnay. Todavia, quem mais o marcou, deste próspero e pródigo período, foi o modernista Guillaume Apollinaire, de quem se tornou grande amigo.






É também neste período que Chagall pinta dois dos seus mais conhecidos quadros: Eu e a aldeia e O soldado bebé, pintados em 1911 e 1912, respectivamente. Os títulos dos quadros foram dados por Blaise Cendrars.






Coube a Guilhaume Apollinaire selecionar as obras que seriam posteriormente exposta em Berlim, no ano em que a Primeira Guerra Mundial rebentou, em 1914.






Neste ano, após a explosão da guerra, Marc Chagall, volta ao seu país natal, sendo, portanto, mobilizado para as trincheiras. Todavia, permaneceu em São Petersburgo, onde casou uma no mais tarde com Bella, uma moça que conheceu na aldeia.






Depois da grande revolução socialista na Rússia, que pôs fim ao regime autoritário czarista, foi nomeado comissário para as belas artes, tendo inaugurado uma escola de arte, aberta a quaisquer modernistas. foi neste período que entrou em confronto com Kasimir Malevich, acabando por se demitir do cargo.






Retornou então, a Paris, onde iniciou mais um pródigo período de produção artística, tendo mesmo ilustrado uma Bíblia. Em 1927, ilustrou também Fábulas de La Fontaine, tendo feiro cem gravuras, somente publicadas em 1952. São também conhecidas as suas primeiras paisagens.






Visitou em 1931, a Palestina e, depois, a Síria, tendo publicado, em memória destas duas viagens o livro de caráter autobiográfico Ma vie (em português: "Minha vida"). Desde 1935, com a perseguição dos judeus e com a Alemanha prestes a entrar em mais uma guerra, Chagall começa a retratar as tensões e depressões sociais religiosas que sentia na pele, já que também era judeu convicto.






Anos mais tarde, parte para os Estados Unidos, onde se refugia dos alemães. Lá, em 1944, com o fim da guerra a emergir, Bella, sua mulher, falece, facto que lhe causa uma enorme depressão, mergulhando novamente no mundo das evocações, dos chamamentos, dos sonhos. Conclui este período com um quadro que já havia iniciado em 1931: Em torno dela. Tendo sido um dos melhores pintores do século XX, Marc Chagall faleceu em Saint-Paul-de-Vence, no sul da França, em 1985.

OBS: quase todas as imagens foram tiradas da internet, pois não foi possível, fazer registro em fotos dos quadros e pinturas.

Fontes: www.wikipedia.org Marc Chagall
www.casacor.abril.com.br

25 comentários:

  1. pintor ultra-famoso, e de que gosot muito.
    Exvcelente escolha, caro amigo.

    ResponderExcluir
  2. I love most of Chagall's art, of which you have wonderful examples. Even better, you will be seeing heaps of them at your exhibition. I am envious.

    ResponderExcluir
  3. Vi bastantes Chagal hace poco, pero aquí traes una colección enorme. No es un autor que me motive mucho, pero reconozco su originalidad.

    Un abrazo

    ResponderExcluir
  4. Detalhes fotográficos lindíssimos de uma exposição que imagino ser fascinante
    .
    Um feliz fim de semana.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  5. gostei do "passeio" pelos quadros desse artista talentoso!
    obrigada Luiz!

    ResponderExcluir
  6. Preciosas imágenes
    gracias por compartir!

    ResponderExcluir
  7. A very nice exhibition, wonderful photos and thanks for sharing.

    ResponderExcluir
  8. Que hermosos cuadros, de una rareza acogedora. Gracias por compartir

    ResponderExcluir
  9. Interesante exposición itinerante la de Chagall. Sus cuadros siempre me "impresionaron", pero más -porque se me quedó pegado a la retina y al alma- su obra, "Maestro de lo imaginario", cuánta magia y alegría en este cuadro. Una felicidad rupestre de niño fascinado de la maravilla de la vida.
    En Chagall se juntaban color, figura, objetos para expresar, de ahí que su Expresionismo cautivara. No quedó costado de la vida, que lo tocara su pintura.
    Un abrazo. Carlos

    ResponderExcluir
  10. Espero muito que a exposição passe pelo CCBB de Brasília. Nós acompanhamos a página do CCBB e haveremos de estar atentos aos anúncios de eventos, rsrs.

    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Amo a Chagall. Ojalá esta exposición llegue acá. Muchas gracias por acercármela igual... Qué buena fortuna tienen de poder verla allá.

    Abrazo agradecido, amigo Luiz.

    ResponderExcluir
  12. Hi Luiz! Interesting information and paintings. I don't know much about painting (oh my God my teacher for the last 5 years in elementary school was an art teacher!), but I referring to Mr. Marc Chagall: the subject of Jews is important to me. I have been doing a lot to help renovate the historic synagogue in my city and publicize the true Polish-Jewish history (I wrote some texts about it on my blog too).
    Luiz I wish you a good Sunday!

    ResponderExcluir
  13. Espetacular postagem com photos de obras de Chagall. Muito obrigado por esta beleza

    ResponderExcluir
  14. Me gustan mucho sus obras, te mando un beso.

    ResponderExcluir
  15. В России все знают и любят художника Марка Шагала.

    ResponderExcluir
  16. Olá amigo Luiz, faz tempo que não te visito. Mas desde que meu marido faleceu 1-10 ano passado estou um pouco mais ocupada agora, pois agora tenho que fazer tudo sozinha e também aprender certas coisas que não aprendi Não sei como isso tinha que ser. Eu prometi a ele que continuaria escrevendo e tirando fotos e fazendo vídeos para o meu canal do Yt, mas às vezes isso escorrega porque lá do que outras coisas é importante. Também gostei muito do seu post. Eu leio e assisto seus posts e escrevo, mas nem sempre tenho tempo para responder. Caros cumprimentos do seu amigo NL, Tine https://tinedejng.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Interesante la obra de Chagall, un expresionista muy conocido en Tossa de Mar, en Cataluña.
    Muchos besos.

    ResponderExcluir
  18. Una bonita exposición de pintura muy bonita, me ha encantado.Saludos

    ResponderExcluir
  19. Wow a delightful display of art.

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde. Não sou profundo conhecedor ou técnico em pinturas e obras de arte. Considero as pinturas de Marc Chagall maravilhosas e interessantes. Uma grande oportunidade do Brasil e Rio de Janeiro em ter e ver uma exposição de um dos maiores pintores do século XX.

    ResponderExcluir
  21. Unas obras de un gran pintor es difícil que permitan hacer fotos y por lo que veo tienen una gran retrospectiva de su obra.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  22. These pieces of art are really interesting and different. I like the style :-D

    ResponderExcluir
  23. Me han encantado las pinturas, no conocía a este pintor. Besos.

    ResponderExcluir

Oi obrigado pelas suas mensagens. Seja bem-vindo. Sou grato a todos que deixaram seus comentários e mensagens. Novos amigos são bem vindos. Não existe distância para amigos de verdade. Desejo a todos, muita saúde nesse tempo difícil e complicado. Tudo isso terminará um dia.