Arquivo do blog

sábado, 25 de setembro de 2021

Araguari MG.

A história de Araguari começou no século XIX, em meados de 1888. Os bandeirantes chegaram a região onde hoje esta situada a cidade. A razão do nome da cidade é controversa, para uns se refere a araguari, (Aratinga leoucophthalmos), pássaro muito comum na região ou araguá-r-y que significa "água ou rio de papagaios". 

Lago do Paraíba.



Igreja de Nossa Senhora de Fátima.



A região de Araguari foi desbravada no início por Bartolomeu Bueno da Silva, ' o Anhanguera", que tinha por objetivo, chegar a Goiás. O Triângulo Mineiro era habitado por índios caiapós; estes se preparavam para constantes emboscadas aos "brancos invasores".

Bosque John Kennedy. 



Museu Ferroviário de Araguari.



Começou como vila depois passou a cidade com cerca de 5.000 habitantes segundo historiadores, mas em cerca de 10 anos a população teve um salto de 5.000 habitantes para 25.201 habitantes, com a contribuição das ligações ferroviárias.

Parque dos Papagaios.



Vagão Turístico.



Na década de 1930, Araguari se destaca como uma das poucas cidades brasileiras com mais de 40.000 habitantes, sendo uma das maiores da região do Triângulo Mineiro.

Praça Manuel Bonito.



Igreja de Bom Jesus da Cana Verde.



O Distrito de Araguari foi criado com a denominação de Brejo Alegre em 06 de agosto de 1864, subordinado ao município de Estrela do Sul, este noa passado pertencido a Vila de Araxá.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Araguari

https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/araguari/historico

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Cachoeiras de Paracatu.

O turismo no município de Paracatu cresce numa escala bastante grande. Isso se deve principalmente ao fato do município, no ano de 2010, ter sido tombado Patrimônio Histórico Nacional e Cultural Brasileiro pelo IPHAN, foi criada a Associação de Condutores de Turismo de Paracatu, atualmente também conta com o Centro de Atendimento ao Turista.

Cachoeira do Vale Encantado.


Cachoeira do Ascânio.


Cachoeira Sarana.


Cachoeira do Altar.


Cachoeira das Sete Quedas,


Paracatu pertence ao seleto grupo das dez cidades nacionalmente tombadas em Minas Gerais, o que coloca no patamar de um dos municípios mineiros mais ricos culturalmente e patrimonialmente, sendo integrante também da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais.

Cachoeira dos Teixeiras.


Cachoeira do Desidério.


Cachoeira Ronan Tito.


Cachoeira do Prata.


O turismo ecológico também vem crescendo por causa das maravilhosas cachoeiras em área do município, como das Cachoeiras da Região do Prata. 

Cachoeira do Amor.


Cachoeira da Aguá Branca.


Cachoeira da Sereia.


Cachoeira do Geraldo Junior.


Cachoeira da Barragem.


Cachoeira da Água Doce.


Cachoeira da Batalha.


Cachoeira Santa Fé.


O Eco-turismo, porém,só pode ser feito pelo auxilio de profissionais capazes, devido ao risco das atividades. Todo turismo precisa ser feito com um guia local e capacitado para não correr riscos ou sofrer decepções. 
 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Paracatu#Turismo

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Paracatu MG.

Antes da chegada dos portugueses ao continente americano, a porção central do Brasil era ocupada por indígenas do tronco linguístico macro-jê, como os acroás, os xacriabás, os xavantes, os caiapós, os javaés, etc. "Paracatu" é um termo de origem tupi que significa "rio bom" través da junção dos termos "Pará" ("rio") e "katu" ("bom").

Catedral de Santo Antônio.






Paracatu, desde de 1586, já era conhecida por europeus pela primeira bandeira percorrida pela cidade> bandeira de Domingos Luiz Grau, posteriormente outras passaram pela região.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário.






Entretanto o povoado surgiu efetivamente com a chegada das bandeiras de Felisberto Caldeira Brant e de José Rodrigues Fróis com as descobertas das abundantes jazidas de ouro e prata apesar de um certo  tipo de povoamento, com o ciclo do ouro, ter se iniciado anteriormente.

Casa de Cultura de Paracatu.






Assim surgiu o Arraial de São Luiz e Sant'Ana das Minas de Paracatu. O título de Vila de Paracatu do Príncipe foi dado por alvará-régio de dona Maria I, rainha de Portugal, em 20 de outubro de 1798, atendendo a consulta do Conselho Ultramarino.

Museu Histórico Municipal de Paracatu.






Nessa época Paracatu pertencia à Comarca do Rio das Velhas, com sede em Sabará e passou a denominar-se Vila do Paracatu do Príncipe. A primeira Câmara Municipal foi empossada em 1799.

Centro Histórico de Paracatu.






Em 1840 Paracatu é elevada à cidade e se torna a cabeça da Comarca de Paracatu (Capital), que incluía em seu território cidades tais como Uberaba e Uberabinha (Uberlândia), no Triângulo Mineiro, e cidades do Norte de Minas.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Paracatu#Etimologia